08/02/2017 É notícia com a ABCCC

Estudo revela aspectos da comunicação de cavalos com seres humanos

Foto: Divulgação/ABCCC

É sabido que a paixão dos criadores e admiradores de cavalos transcende as limitações da comunicação entre homem e animal. Um estudo publicado recentemente revelou habilidades cognitivas na comunicação entre cavalos e humanos. As japonesas Monamie Ringhofer e Shinya Yamamoto da Kobe University Graduate School of Intercultural Studies levaram os resultados desta pesquisa ao público.

A primeira revelação do estudo afirma que os animais usam sinais visuais e táteis para chamar a atenção dos humanos quando estão em situações desconfortáveis. O resultado da pesquisa mostra que quando os cavalos não conseguem resolver algo que seja incômodo para eles - desde fome até dor -, eles tendem a olhar, tocar ou puxar a pessoa mais próxima naquele momento.

O estudo, publicado na versão online da revista Animal Cognition, também apresenta outros resultados que aumentam a admiração pela espécie. Segundo as cientistas, os cavalos são capazes de alterar o comportamento cognitivo se baseando no conhecimento humano da situação. Se o cuidador, por exemplo, não dá a quantidade de alimento que o cavalo sente que é necessária para alimentá-lo, o animal demonstra sinais para indicar que está com fome.

A pesquisa ainda afirma que a alta habilidade cognitiva dos cavalos na relação com seres humanos talvez possa explicar o porquê de cavalos e homens terem uma relação tão colaborativa. De acordo com os dados apresentados, essa habilidade pode ser desenvolvida no processo de domesticação.

A universidade japonesa pretende continuar abrindo o campo de pesquisa para outros estudos comparativos entre espécies de animais que desenvolvem aspectos importantes da cognição e consequentemente estreitam a relação entre animal e homem. 

Redator: Júlia de Andrade/ABCCC

Comente essa notícia